Article

lock Open Access lock Peer-Reviewed

0

Views

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Ao MCT/ CNPq / MEC/ CAPES Programa de Editoração e Publicação de Periódicos Científicos Brasileiros

Domingo M BraileI

DOI: 10.1590/S0102-76382009000500026

Ao MCT/ CNPq / MEC/ CAPES
Programa de Editoração e Publicação de Periódicos Científicos Brasileiros

São Paulo, novembro de 2009



Prezados Senhores;

Estamos encaminhando solicitação de Auxílio Editoração para a versão eletrônica e impressa da Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular.

No documento anexo, encontram-se algumas informações sobre nossa Revista, que permitirão uma rápida análise do trabalho que temos desenvolvido, com muita seriedade, ao longo desses anos.

Estamos à disposição para outras informações necessárias pelo telefone (17) 2136-7071 ou e.mail: revista@sbccv.org.br

Cordialmente,


Prof. Dr. Domingo M. Braile
Editor - RBCCV






Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
Descrição Detalhada



Edital MCT/CNPq/MEC/CAPES nº 016/2009
Editoração e Publicação de Periódicos Científicos Brasileiros


Título da Revista


Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular


Editor Responsável

Prof. Dr. Domingo Marcolino Braile


Endereços eletrônicos

http://www.rbccv.org.br
http://www.scielo.br/rbccv


Missão do Periódico

A RBCCV destina-se à publicação de trabalhos representativos em cirurgia cardiovascular, incluindo artigos originais, pioneiros, atualização, relatos de caso e também trabalhos apresentados no Congresso Nacional de Cirurgia Cardíaca. Assim, a RBCCV exerce importante papel na divulgação da experiência clínica e dos resultados de pesquisa dos Serviços de Cirurgia Cardiovascular do Brasil e também do exterior.


Perfil da Revista e Política Editorial

A Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (RBCCV), criada em 1986 e publicada ininterruptamente desde então, é o órgão oficial de divulgação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, entidade que representa cerca de 1000 cirurgiões cardíacos no país. Tem periodicidade trimestral, com número médio de 560 páginas e 80 artigos por ano (ISSN da publicação impressa 0102-7638).

A Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular adota o Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals, organizada pelo International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE).

O Conselho Editorial é composto por especialistas de notoriedade nacional e internacional, com produção científica regular na RBCCV e em revistas internacionais. Muitos destes revisores compõem o Conselho Editorial de periódicos internacionais de destaque e reconhecida arbitragem. A maioria dos membros do corpo editorial mantém vinculação com instituições universitárias de várias Unidades da Federação, sendo que 84% deles têm doutorado e/ou livre-docência.

Previamente à publicação, todos os artigos passam por um rigoroso processo de revisão e arbitragem, como forma de garantir seu padrão de qualidade e a isenção na escolha dos trabalhos publicados. Todos os trabalhos enviados à Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular são submetidos à avaliação pelos pares (peer review) por pelo menos três revisores selecionados entre os editores associados ou membros do conselho editorial. Os revisores respondem a um questionário, no qual fazem uma apreciação rigorosa de todos os itens que compõem o trabalho, dando nota para cada um dos itens do questionário. Ao final, são feitos comentários gerais sobre o trabalho e o revisor opina quanto à publicação ou não do mesmo, bem como quanto à necessidade de nova revisão. De posse destes dados, o editor toma a decisão final. Em caso de discrepâncias entre os avaliadores, pode ser solicitada uma nova opinião para melhor julgamento. Quando são sugeridas modificações pelos revisores, as mesmas são encaminhadas ao autor principal e, em seguida, aos revisores para verificação da nova versão. Todo o processo é realizado eletronicamente e, em cada fase, são exigidos prazos rigorosos de execução. Em caso de atraso, um novo avaliador é escolhido, o mesmo ocorrendo na eventual recusa de análise de um trabalho. Quando o assunto do manuscrito assim o exigir, o editor solicita a colaboração de um revisor ad hoc, que não faça parte do Conselho editorial, para avaliação.

Há alguns anos, todo o processo de submissão e revisão é realizado por um sistema bilíngue de gerenciamento on-line para submissão de artigos (SGP). Desta forma, em consonância com as principais revistas de publicação científica mundial, na página da Revista eletrônica (www.rbccv.org.br) , temos disponível o sistema on-line de submissão de artigos, cobrindo todos os processos editoriais da publicação científica, desde submissão e revisão até a publicação final. O sistema apresenta acesso hierarquizado de senha para autores, secretaria, revisores, editor, editores associados, revisores ortográficos, diagramadores e tradutores. O sistema é seguro, rápido e eficiente. Desta forma, os autores têm maior facilidade para o envio dos seus artigos, o processo de revisão é muito eficiente e, consequentemente, a publicação mais rápida. Todo o processo de revisão é duplo cego e ao final do processo um certificado é oferecido aos revisores.

Nas normas de publicação da RBCCV há instruções claras relacionadas à obediência a preceitos éticos na condução de pesquisas envolvendo seres humanos e animais, bem como à aprovação dos projetos pelos Comitês de Ética em Pesquisa.

Todos os artigos devem vir, obrigatoriamente, acompanhados por uma Carta de Submissão, explicitando presença ou não de conflito de interesse e a inexistência de problema ético relacionado. Nesta mesma carta, os autores devem declarar que o manuscrito não foi publicado ou está sendo avaliado por outro periódico.

Na submissão eletrônica dos manuscritos, o sistema gera automaticamente um termo de cessão de direitos autorais (copyright), o qual é assinado por todos os autores e encaminhado posteriormente por correio.

Os artigos são consultados não apenas pelos cirurgiões cardiovasculares, mas também por alunos da graduação e pós-graduação, bem como membros de equipes multiprofissionais (fisioterapeutas, enfermeiros, psicólogos, biólogos, farmacêuticos, entre outros).

A revista impressa continua sendo editada em língua portuguesa, entretanto, desde 2003, está disponível na Internet também em língua inglesa, decisão tomada objetivando aumentar a visibilidade junto à comunidade científica internacional (ISSN da versão on line 1678-9741). O resumo dos artigos é apresentado nos dois idiomas, português e inglês, ambos estruturados. Da mesma forma, as instruções aos autores também são apresentadas nos dois idiomas.


Singularidade do periódico

A Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (RBCCV) é a única revista de cirurgia cardíaca publicada regularmente no Brasil. Representa um importante veículo de divulgação de conhecimentos não só para os cirurgiões brasileiros, mas também sul-americanos que não dispõem de periódicos regulares e de reconhecida arbitragem em seus países nessa área.

O Brasil é o segundo maior país em número de operações cardíacas no mundo, mostrando nosso potencial e nossa capacidade científica. Além disso, há 150 hospitais credenciados junto ao Ministério da Saúde para a realização de operações cardíacas. Em nosso país, existem três indústrias que produzem equipamentos para cirurgia cardíaca, as únicas do Hemisfério Sul. Existe uma estreita relação entre indústria, desenvolvimento e pesquisa, principalmente através da interação com a Universidade, fazendo com que haja qualificação pessoal, desenvolvimento da ciência básica e inovação tecnológica.

Os cirurgiões cardíacos brasileiros, há vários anos, têm publicado artigos de excelente nível científico, muitos deles abordando inovações técnicas dentro da especialidade e que são considerados referência mundialmente.


Fluxo de artigos

Os artigos são submetidos em fluxo contínuo. As datas de recepção e aprovação do manuscrito são indicadas no rodapé da página inicial de cada artigo.

O índice de rejeição nos anos de 2007 e 2008 foi de 22% e 29,5%, respectivamente.




Progressivamente, temos tentando diminuir o intervalo entre a submissão e a aprovação do artigo, bem como entre a aprovação e a publicação. Para tanto, nos últimos anos foi ampliado o número de páginas das edições. Pretendemos, também, alterar a periodicidade da revista de trimestral para bimestral.

No site da revista, também temos disponibilizado os artigos já aprovados e que aguardam publicação nas edições futuras.


Indexadores

No início deste ano, a RBCCV foi aceita para integrar a Thomson Scientific (ISI), após vários meses de espera.

Em 2007, a RBCCV foi indexada no Medline. Desde a sua criação, está indexada no LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde. Além disso, está indexada no SCOPUS, LATINDEX, Google Scholar e Index Copernicus.

Integra também a coleção da Scientific Electronic Library Online (SciELO) desde 1997 (www.scielo.br/rbccv).




Metas

Nossa meta para os próximos fascículos é aumentar o número de artigos, sobretudo originais, e alterarmos a periodicidade da revista para bimestral, bem como progressivamente aumentar o fator de impacto da revista.

Uma das metas para o próximo período é aprimorar e ampliar o Programa de Educação Médica Continuada (EMC), recentemente introduzido. O EMC é uma iniciativa para capacitar interessados em aperfeiçoar o conhecimento e pontuar os associados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular que responderem corretamente testes baseados em artigos publicados na RBCCV. Ao final, são fornecidos créditos, que integrarão a avaliação dos membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular para revalidação do título de especialista.

Além disso, nossa intenção é, progressivamente, ampliar o número de artigos que agreguem novas mídias, como imagens de procedimentos cirúrgicos descritos em artigo daquela edição, os quais poderão ser acessados no site.


Formas de acesso e links ao periódico on-line

Desde 1997, nossa revista está na Internet (www.scielo.br), fazendo parte da Scientific Electronic Library Online (SciELO).

Na página oficial da revista (www.rbccv.org.br ), estão disponíveis, na íntegra, todos os fascículos impressos desde 1997.

Considerando-se o número de acessos por meio do site da Revista e da SciELO, atualmente, contabilizamos cerca de 3000 acessos/dia.

Outro passo dado em direção à internacionalização da RBCCV foi a inclusão de um link com a SciELO no site norte-americano= http://www.ctsnet.org em "organization sites" "Brazilian Society of Cardiovascular Surgery", sob a rubrica "Journals". Este site reúne as principais publicações da área de cirurgia cardiotorácica do mundo.

CCBY All scientific articles published at rbccv.org.br are licensed under a Creative Commons license

Indexes

All rights reserved 2017 / © 2020 Brazilian Society of Cardiovascular Surgery DEVELOPMENT BY